Vitamina C Conheça todos os benefícios dessa vitamina para a pele - Ada Tina
X

Assine nossa Newsletter

Vitamina C Conheça todos os benefícios dessa vitamina para a pele

A vitamina C (ou ácido ascórbico) é uma vitamina antioxidante que predomina na pele e está presente no citosol (líquido que preenche o interior das células), pois é uma vitamina solúvel em água (hidrossolúvel). A nossa pele contém altas concentrações de vitamina C, com níveis maiores que de alguns tecidos do corpo, como os músculos, e também maior quantidade do que a concentração plasmática (plasma/sangue). Isso mostra o quão essa vitamina é importante para a pele, pelas suas propriedades antioxidantes e seu papel fundamental na produção de colágeno na pele.

 

Vitamina C é essencial para a saúde da pele

Um dos argumentos mais convincentes para mostrar o papel vital da vitamina C na saúde da pele é a associação entre a deficiência de vitamina C e a perda de uma série de importantes funções cutâneas. A deficiência grave de vitamina C (conhecida como escorbuto) causa sangramento de gengivas, fragilidade e ressecamento da pele, queda e fragilidade dos cabelos e também dificulta a cicatrização de feridas. No escorbuto, a má cicatrização de feridas está associada à menor formação de colágeno, assim como o espessamento do estrato córneo e o sangramento, que ocorrem devido à fragilidade e perda de morfologia do tecido conjuntivo dos vasos sanguíneos. Esses efeitos são extremos em indivíduos com alta deficiência de vitamina C, mas processos semelhantes ocorrem quando as reservas corporais dessa vitamina estão abaixo do nível ótimo, embora em menor grau.

 

Ação antioxidante da vitamina C

A pele contém altas concentrações de vitamina C, mas essa quantidade pode ser reduzida por diversos fatores, como má alimentação, inflamação, envelhecimento e exposição excessiva ao sol e à poluição.É muito importante ter uma pele com adequada concentração de vitamina C, pois essa vitamina possui funções muito importantes e bem conhecidas. A vitamina C age estimulando a formação de colágeno (proteínas presentes na camada dérmica da pele, responsáveis pela firmeza, estrutura e sustentação) e auxiliando na proteção antioxidante contra fotodanos induzidos por radiação ultravioleta (UV), prevenindo o envelhecimento da pele.

 

A vitamina C é um potente antioxidante que pode neutralizar e remover oxidantes, como os encontrados em poluentes ambientais e após a exposição à radiação ultravioleta. Esta atividade parece ser de particular importância na epiderme (primeira camada da pele), onde a vitamina C está concentrada na pele. A vitamina C ainda participa do sistema de regeneração dos tocoferóis (vitamina E), mantendo o potencial antioxidante da pele e aumentando a capacidade de neutralização de radicais livres na pele.

Vitamina C produz colágeno e favorece a cicatrização

Na pele, a formação de colágeno é realizada principalmente pelas células chamadas fibroblastos na derme (segunda camada da pele), resultando na geração da membrana basal e da matriz de colágeno dérmico. A vitamina C promove a expressão do gene do colágeno, pois estimula a produção de RNA mensageiro (mRNA) de colágeno por fibroblastos, aumentando a formação de colágeno na pele. Ela também estabiliza a molécula de colágeno formada por hidroxilação: a vitamina C atua como um cofator para as enzimas hidroxilases de prolina e lisina que estabilizam a estrutura terciária da molécula de colágeno. Além da capacidade de vitamina C para promover a síntese de colágeno, há evidências que sugerem que a vitamina C aumenta a proliferação e migração de fibroblastos dérmicos, funções vitais para a cicatrização eficaz de feridas.

 

Vitamina C clareia a pele

A vitamina C é capaz de diminuir a síntese de melanina (pigmento escuro da pele) em células conhecidas como melanócitos (células que produzem melanina). Esta atividade ocorre devido à sua capacidade de interferir com a ação da tirosinase, a enzima limitante da formação do pigmento melanina. A tirosinase catalisa uma reação química de hidroxilação da tirosina em dihidroxifenilalanina (DOPA) e de oxidação da DOPA na ortoquinona correspondente. A vitamina pode reduzir as ortoquinonas geradas pela tirosinase, diminuindo a produção de melanina, sendo bastante utilizada para tratar a hiperpigmentação da pele em condições como melasma ou manchas senis (manchas de envelhecimento).

 

Quando usar dermocosméticos com vitamina C

Quando os níveis plasmáticos da vitamina C são baixos, é possível repor a vitamina C na pele pela aplicação tópica de dermocosméticos. A aplicação tópica aumenta o conteúdo de vitamina C da pele.

 

O uso de emulsões com vitamina C são bastante recomendados para hiperpigmentação (manchas) e no envelhecimento cutâneo.O ácido ascórbico (vitamina C) é capaz de reduzir a formação de rugas (estimula a produção de colágeno), promover clareamento cutâneo (inibição da enzima tirosinase) e ainda proteger a pele de danos oxidativos (ação antioxidante), prevenindo o envelhecimento da pele.

 

Há ainda estudos que mostram que a vitamina C está reduzida em peles com doenças inflamatórias, como dermatites, psoríase e acne. A vitamina C pode serusada como um antioxidante nessas doenças de pele. A vitamina C ainda melhora a hidratação da pele, pois participa como cofator de uma reação de hidroxilação essencial catalisada pela enzima ceramida sintase na formação da ceramida, o principal lipídio do estrato córneo.

 

Benefícios do uso de dermocosméticos contendo vitamina C
Problema cutâneo Causa Efeito do uso de da vitamina C
Queimadura solar Exposição aguda e excessiva à luz solar Ação antioxidante da vitamina C aumenta a resistência da pele à radiação solar
Envelhecimento Idade, exposição crônica à luz solar e poluição Vitamina c previne danos oxidativos cutâneos causados pelos radicais livres
Manchas Idade, exposição à luz UV, inflamação, poluição Vitamina C reduz a hiperpigmentação por inibir a produção de melanina
Rugas Envelhecimento, estresse oxidativo, exposição à luz UV, tabagismo Vitamina C aumenta a produção de colágeno
Perda de luminosidade Envelhecimento, estresse oxidativo, exposição à luz UV Vitamina C reduz hiperpigmentação e melhora a luminosidade da pele
Flacidez Envelhecimento, estresse oxidativo, exposição à luz UV, tabagismo Vitamina C aumenta a produção de colágeno e a elasticidade da pele
Pele seca Baixa hidratação e disfunção na barreira da pele Vitamina C aumenta o conteúdo de ceramidas na pele, ajudando na recuperação da barreira da pele
Pele oleosa Aumento da produção sebácea Vitamina C evita a oxidação do sebo e tem ação anti-comedogênica
Inflamação Alergias e inflamação Vitamina C promove inibição de danos oxidativos e inflamatórios
Pele danificada Falhas no processo de cicatrização, envelhecimento e disfunção na barreira da pele Vitamina C favorece a cicatrização e aumenta o conteúdo de ceramidas na pele, ajudando na recuperação da barreira da pele

Artigos Relacionados