MELASMA: ENTENDA AS CAUSAS DAS MANCHAS ESCURAS DA PELE | Ada Tina

MELASMA: ENTENDA AS CAUSAS DAS MANCHAS ESCURAS DA PELE

Motivo frequente para a procura do Médico Dermatologista, o melasma, mancha escura na pele de coloração acastanhada e formato uniforme, é uma das manchas que mais acometem a pele do brasileiro. Extremamente comum na pele do rosto, este tipo de mancha está cada vez mais comum, em especial nas peles femininas – acometendo oito mulheres para cada homem. O Ada Tina Blog conversou com a Dra. Maria Cristina Goldschmidt, de Médica Dermatologista, e tirou as principais dúvidas sobre as causas e tratamentos para o melasma. Confira!

Melasma no rosto: Entenda o porquê

Segundo a médica, o melasmaé causado, principalmente, por fatores genéticos e maus hábitos de exposição ao sol, incluindo a exposição desmedida e desprotegida aos raios solares. Além disso, o uso de anticoncepcionais com altas doses hormonais e o período da gestação podem desencadear o aparecimento das manchas escuras na pele da mulher. “Hoje em dia, o que se vê é que muitas mulheres tem melasmas, mesmo aquelas sem pessoas próximas da família com estas manchas”, afirma, “ele se tornou extremamente comum hoje em dia.”

Dra. Maria Cristina destaca ainda que, em sua opinião, este tipo de mancha escura está também relacionado com a sensibilidade de cada pele. Pessoas com grande sensibilidade a algum tipo de substancia química, ou sensíveis a exposição solar,  tendem a ter também uma capacidade maior de manchar, esclarece a especialista. “O melasma está muito associado à agressão que a pele sofreu e a sensibilidade diante da agressão, para a qual ela responde hiperpigmentando”, completa.

Cuidado com o laser!

Tratamentos dermocosméticos com laser no rosto, o uso luz intensa pulsada e até mesmo o tratamento com laser para a remoção de pelos podem causar o aparecimento de manchas muito similares aos melasmas. De acordo com a médica, o laser pode ser usado para tratar o melasma, mas também pode ser uma possível causa: a radiação pode causar a hiperpigmentação pós-inflamatória ou o aparecimento de manchas residuais na pele. Por isso, todos os procedimentos utilizando laser devem ser feitos com o acompanhamento do Médico Dermatologista.

Melasma antes e depois: Entenda o tratamento para as manchas escuras

O processo de tratamento do melasmaé muito complexo, mas seu ponto de partida é impedir a piora das manchas na pele. Entre as principais soluções para este tipo de mancha, Dra. Maria Cristina coloca como a primeira preocupação o cuidado para evitar mais agressões à pele já lesionada e com depósito de pigmento, responsável pela coloração escura. “O sol vai manchar mais? A luz visível vai manchar mais? Então, o primeiro ponto é tirar a exposição ao sol”, revela a médica.

Para isso, a especialista indica o uso de um protetor solar de alto fator de proteção, com reaplicações ao longo do dia. Ressalta também que a proteção contra a luz visível é importante e, para isso, sempre recomenda o uso de base corretiva ou pó sobre uma camada do protetor solar nas peles femininas. Já para os homens, indica produtos com eficácia comprovada na proteção da luz visível, mesmo que incolores. De acordo com a Dra. Maria Cristina, o segundo ponto do tratamento é diminuir a produção de melanina da pele e, para isso, existem vários ativos no mercado dermocosmético atual.

Depois de remover a agressão e controlar a produção de pigmento, é possível optar por outros tratamentos para a remoção da melanina já depositada na pele ou tratamentos para diminuir o processo inflamatório em si.

Melasma: Tratamento começa com a prevenção!

Entre os hábitos que podem evitar o aparecimento das manchas está o cuidado com a exposição ao sol, preocupando-se sempre em criar hábitos de exposição solar saudáveis. Por isso, recomenda a aplicação de um bom protetor solar de ação química e física diariamente, bem como o uso de chapéus ou bonés e da procura por locais frescos e com sombra.

Além disso, Dra. Maria Cristina ressalta que é muito importante evitar os maus hábitos em relação aos cuidados diários com a pele. No caso de peles com tendência acneica, por exemplo, explica que é importante tratar a acne de maneira adequada, para evitar o possível aparecimento de manchas decorrentes do processo pós-inflamatório. Já no caso de contraceptivos, é necessária atenção especial, e a médica dermatologista recomenda a escolha daqueles com dose hormonal mais controlada.

Artigos Relacionados